Welcome

My Quotes in Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1

227 Kuotes | 50 Books

Search:


Import Kindle clippings easily

Beta status: Bulk Kuote import!!!!

Log in & Sign in using:

Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1

rafaelmendesbernardes@gmail.com
Sobre a reforma do Sistema Geral de Preferências, o Parlamento Europeu aprovou, em 13 de junho de 2012, projeto de regulamento que confirma a eliminação das preferências, a partir de janeiro de 2014, para países considerados pelo Banco Mundial como de renda alta ou média- -alta, tais como o Brasil, a Argentina, o Uruguai e a Venezuela, pertencentes ao MERCOSUL; bem como a Rússia, a Malásia e a Arábia Saudita, entre outros. Para o Brasil, essa exclusão representou importante golpe, uma vez que 12% das exportações nacionais se beneficiavam desse instrumento,
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2810-2813 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 06:37:50
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em setembro do mesmo ano, o Presidente Juan Manuel Santos, em pronunciamento público, confirmou que o Governo colombiano chegara a um acordo-quadro para o início de negociações de paz com as FARC ? o Acordo Geral para a Terminação do Conflito. Na ocasião, explicou que conversações com a guerrilha, conduzidas com discrição, na cidade de Havana, ao longo de seis meses, com o acompanhamento de Cuba e da Noruega, haviam desembocado em um entendimento ? consubstanciado no acordo-quadro ? sobre negociações em três fases. A primeira fase, de contatos preliminares, já se tinha encerrado. A segunda, atualmente em curso, constituiria, sempre de acordo com Santos, diálogo com agenda fechada de cinco pontos: (i) desenvolvimento rural; (ii) garantias para o exercício da oposição política e da participação cidadã; (iii) fim do conflito armado; (iv) narcotráfico; e (v) direitos das vítimas. A terceira e derradeira fase das negociações teria início com a assinatura de acordo final e sua implementação, com a correspondente verificação de cumprimento pelas partes
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2503-2510 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 13:12:00
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
A Colômbia viu-se flagrantemente isolada na região ? como acontecera em 2008, quando da ?Operação Fênix?, que envolveu ação militar colombiana em território do Equador. O episódio equivaleu, provavelmente, ao momento de maior exposição pública de um desentendimento fundamental entre os Governos Lula e Uribe. Se, para o primeiro, a perspectiva de facilitar a atuação militar dos Estados Unidos na América do Sul parecia inconcebível, para o segundo ? e para grande parte das elites colombianas ? inconcebível era a percebida incapacidade brasileira de sequer compreender as necessidades mais prementes da Colômbia em matéria de segurança. Ressurgia, por entre as iniciativas de aproximação ? que de todo modo tinham continuidade, só que em atmosfera política ambivalente ?, uma incompatibilidade de visões de mundo que parecia, ainda, insolúvel.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2450-2455 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 13:07:00
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
O vazamento, em 2009, da existência de projeto de acordo Bogotá -Washington para o acesso de agentes dos Estados Unidos a bases militares colombianas gerou reações imediatas de repúdio no Brasil e em toda a América do Sul.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2448-2450 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 13:06:29
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em 2009, constituiu-se a Comissão Bilateral, foro permanente, em nível de Chanceleres, que institucionalizou o diálogo político bilateral de alto nível e passou a abarcar, para fins de acompanhamento diplomático, todo o conjunto das relações. Um ano antes, firmara-se Acordo Bilateral de Cooperação em Defesa, com impacto na integração industrial ? visava-se à participação colombiana no projeto de aeronave de transporte militar da Embraer, o KC-390; no Brasil, que já havia vendido Super Tucanos para a Colômbia, não estava ausente o interesse em novos contratos militares com o vizinho.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2433-2437 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 13:05:29
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
A criação, pela diplomacia nacional, da retórica da não indiferença, logo em princípios no Governo Lula, concorre para a noção de que crescera a inclinação do País ao engajamento em temas da agenda negativa, sobretudo na região. A não indiferença foi apresentada como um complemento da não intervenção35, a salientar, no plano do discurso, o fato político de que o princípio da não intervenção, como de resto todos os princípios de que se vale o argumento diplomático, não tem aplicabilidade absoluta ? é mais uma tocha a iluminar os processos decisórios em casos concretos36.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2398-2402 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 13:02:05
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Relações Brasil-Colômbia: das Origens de um Desencontro a uma Perspectiva de Aproximações1 Roberto Doring Pinho da Silva*
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2147-2148 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:45:58
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
O processo enfrentou e enfrenta percalços. O ?descolamento? do Brasil do todo da região (em termos territoriais, populacionais, político-institucionais, econômicos)12; a ausência de consensos internos, no País, em torno das modalidades ou mesmo da conveniência de um aprofundamento e de uma maior institucionalização da concertação e da integração sul-americanas (o que inclui mas transcende os debates sobre como manejar o MERCOSUL e sua rede de acordos ao abrigo da ALADI)13; a heterogeneidade ideológica dos Governos na América do Sul14? esses são todos fatores que ilustram a complexidade de uma política brasileira para seu entorno e, em outro plano, a complexidade, também, da efetiva articulação, em si mesma, do espaço sul-americano.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 2238-2243 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:45:40
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Não obstante, seu enfoque restritivo deixa amplo terreno para que se arguam diversas instâncias ?contrári[a]s às obrigações convencionais em vigor?, como o bombardeio da OTAN, o apoio externo a organização terrorista, a intervenção em assunto interno de Estado soberano, a violação da Constituição sérvia em vigor, o desrespeito ao processo multilateral em curso no Conselho de Segurança, entre outros.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1119-1122 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:13:48
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Os juristas recordam a obrigatoriedade de não serem reconhecidas ?situações obtidas por meios contrários às obrigações convencionais em vigor e, por conseguinte, [...] Estados surgidos em violação de obrigações dessa natureza?
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1117-1119 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:13:24
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Ao decidir sobre o reconhecimento de um novo Estado, a comunidade internacional deve considerar dimensões políticas, estratégicas, militares, econômicas e jurídicas, e refletir acerca da legitimidade e da legalidade do processo que conduziu à reivindicação de soberania, sem depreciar as consequências do reconhecimento sobre o respeito aos direitos humanos e das minorias, às fronteiras, ao estado de direito e à democracia no interior do novo Estado.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1114-1117 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:13:11
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Reconhecimento
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1112-1112 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:12:42
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em suma, a declaração não viola o DIP.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1109-1109 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:12:21
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
A declaração não viola, por conseguinte, qualquer norma de DIP. Ao examinar outras possíveis transgressões, a Corte recorda que o direito à integridade territorial, consagrado no artigo 2º, § 4º, da Carta e reforçado na Resolução 2625 da Assembleia Geral32, é limitado à esfera das relações entre Estados e não se aplica a violação territorial a partir do interior do país. O gesto kossovar, por conseguinte, tampouco infringe regra internacional sobre integridade territorial33.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1089-1092 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:11:06
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
O parecer consultivo da Corte Internacional de Justiça Um dos principais documentos jurídicos relativos à declaração de independência é o parecer consultivo da Corte Internacional de Justiça (CIJ) das Nações Unidas, exarado em 22 de julho de 201031 em resposta à seguinte pergunta que lhe fora encaminhada pela Assembleia Geral em 8 de outubro de 2008: ?Is the unilateral declaration of independence by the Provisional Institutions of Self-Government of Kosovo in accordance with international law??. O parecer oferece, além de resposta à indagação propriamente dita, dois comentários importantes. § 51? [ The question submitted to the ICJ] does not ask about the legal consequences of that declaration. In particular, it does not ask whether or not Kosovo has achieved statehood. Nor does it ask about the validity or legal effects of the recognition of Kosovo by those States which have recognized it as an independent State. A Corte considera excluída de sua competência a questão de ter ou não o Kôssovo atingido a soberania por meio de sua declaração de independência ou dos reconhecimentos subsequentes. Desde logo, portanto, fica sem fundamento a interpretação de alguns comentaristas no sentido de que a Corte confirmou a soberania do Kôssovo. § 56 ? it is entirely possible for a particular act ? such as a unilateral declaration of independence ? not to be in violation of international law without necessarily constituting the exercise of a right conferred by it. A distinção aponta para outro argumento utilizado com grande liberalidade pelos especialistas: o direito dos povos à autodeterminação. Diz a Corte: ato que não viola uma lei não constitui necessariamente expressão de um direito.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1075-1087 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:10:26
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
CANÇADO TRINDADE, 2010.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1057-1058 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:07:32
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
(ii) os albaneses do Kôssovo nunca criaram Estado próprio até 2008, mas são maioria na província há duzentos anos; e (iii) o Kôssovo não foi destacado do território sérvio pela Resolução S/RES/1244
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1044-1045 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:06:25
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Com a declaração de independência, em fevereiro de 2008, essas instituições transformaram-se no governo da República do Kôssovo.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1040-1041 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:05:48
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Com a morte do marechal em 1980, a agitação aumentou e, no regime de Slobodan Milosevic, espocou interna e internacionalmente, sobretudo depois de 1989, quando lhe foram retiradas as franquias titoístas. A partir de 1995, o recém-formado Exército de Liberação do Kôssovo adotou práticas terroristas e recebeu resposta cada vez mais truculenta das forças armadas sérvias. O agravamento da crise levou a negociações infrutíferas entre Belgrado e o Grupo de Contacto19 e ao bombardeio da Sérvia pela OTAN, sem autorização da ONU, entre 24 de março e 10 de junho de 1999, data em que o Conselho de Segurança pôs cobro ao conflito por meio da Resolução S/RES/1244 (1999). A partir de 1999, a soberania sérvia foi substituída na província por elenco de competências atribuídas à UNMIK, que organizou eleições regulares e estabeleceu as chamadas ?instituições provisórias de autogoverno? ? presidência, governo liderado por um primeiro-ministro, assembleia nacional e executivos municipais.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1033-1040 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:05:43
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Por decisão do Congresso de Berlim, a Sérvia, ao fim de quase cinco séculos de dominação, tornou-se independente do Império Otomano em 1878. O Kôssovo, ainda submetido a Constantinopla, só seria conquistado em 1912, durante a I Guerra Balcânica. Embora islamizados nos duzentos anos precedentes, os kossovares albaneses agitavam-se contra o jugo estrangeiro já no século XIX e continuaram inconformados após 1912, conquanto, na Iugoslávia de Tito, tenham obtido grande autonomia política e administrativa.
Cadernos de Pol Ext - IPRI N.1 Ano 1 - rafaelmendesbernardes@gmail.com - Seu destaque ou posição 1029-1033 | Adicionado: domingo, 3 de maio de 2015 12:05:05
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes

's Books


SM03 Ismeretlen 159 Kuotes ATOM ert replikeringsexp. 73 Kuotes Thinking with Flying Logic es6.mike@gmail.com 178 Kuotes Gaudium et Spes Documentos del CVII 116 Kuotes Curso CRESCO 2015 John Rasor 81 Kuotes Arellano 46 Kuotes grupo 13 novela-1 Desconocido 32 Kuotes Aprendiendo A Quererse A Sí Mismo Walter Riso 77 Kuotes @Take Notes: Sunday, Dec. 30 Instapaper 116 Kuotes libro_de_chistes CRQLL 62 Kuotes Las administraciones públicas paralelas y las capacidades institucionales: . 44 Kuotes Pobreza y riqueza en los libros de emblemas españoles Alonso Rey 62 Kuotes Heater - A brief history of citizenship 3 42 Kuotes A Whole New Mind: Why Right-Brainers Will Rule the Future Daniel H. Pink 98 Kuotes Documento_Conclusivo_Puebla 1 83 Kuotes Big Data: A Revolution That Will Transform How We Live, Work, and Think Viktor Mayer-Schonberger and Kenneth Cukier 176 Kuotes Problemas públicos 32 Kuotes SAMPLE-Best-Practices-in-Data-Management es6.mike@gmail.com 42 Kuotes Os Sete André Vianco 42 Kuotes Learn With Mind Maps: How To Enhance Your Memory, Take Better Notes, Boost Your Creativity, And Gain An Edge In Work Or School ? Easily. Mapman, Michelle 37 Kuotes Moonwalking with Einstein: The Art and Science of Remembering Everything Joshua FOER 40 Kuotes KindleSEO07 summa 33 Kuotes Give and Take: A Revolutionary Approach to Success Adam M. Grant Ph.D. 38 Kuotes Wheat Belly William Davis, MD 219 Kuotes New American Bible Revised Edition Authors, Various 31 Kuotes Steve Jobs Walter Isaacson 220 Kuotes Thinking, Fast and Slow Daniel Kahneman 56 Kuotes ARQUEOLOGA DE LA SOCIOLOGA AMBIENTAL x 36 Kuotes Weston_Anthony - Las Claves de la Argumentacion editor@eduteka.org 49 Kuotes Peso cero Antonia Romero 130 Kuotes Instapaper: Thursday, Apr. 18 Instapaper 54 Kuotes Especial OMC Boletim Meridiano 47 39 Kuotes Iniciacion-a-la-astronomia maurrillo@gmail.com 48 Kuotes Las Leyes generales del ambiente y los códigos de minería de los países andinos. Instumentos de gestión ambiental y minero ambiental. Eduardo Chaparro y Catalina Moreno 56 Kuotes ttmik Ignacio 31 Kuotes Instapaper: Friday, Jun. 22 Instapaper 39 Kuotes educaciontecnicaproductivaenboliviapieb 2011 138 Kuotes La protección social de cara al futuro: Acceso, financiamiento y solidaridad CEPAL 64 Kuotes MURRA SOCIEDAD ANDINA 50 Kuotes Kindle4RSS - Feb 17 14:24 Kindle4rss 63 Kuotes Gobernanza-para-el-desarrollo-economico web 44 Kuotes Manual de metodología. Construcción del marco teórico, formulación de los objetivos y elección de la metodología CLACSO 107 Kuotes 48 Laws of Power Greene, Robert 522 Kuotes Cartas de petición. Chile 1973-1989 Morales, Leonidas 71 Kuotes MARTINEZ NOGUEIRA desafios_coordinacion 44 Kuotes GTZ NORTE POTOSI Carlos Balderrama Mariscal 82 Kuotes KindlePB2 summa 145 Kuotes luces-de-bohemia Desconocido 71 Kuotes MIGRACIÓN Y EDUCACIÓN 50 Kuotes SOTO VIVES Juan 134 Kuotes