Welcome

My Quotes in rtm_v1_n1 2015 converted

106 Kuotes | 50 Books

Search:


Import Kindle clippings easily

Beta status: Bulk Kuote import!!!!

Log in & Sign in using:

rtm_v1_n1 2015 converted

Ipea
TAVARES, M. C.; MELIN, L. E. Pós-escrito 1997: a reafirmação da hegemonia norte-americana. In: TAVARES, M. C.; FIORI, J. L. (Orgs.). Poder e dinheiro: uma economia política da globalização. Petrópolis: Vozes, 1997.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1803-1804 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:15:04
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
______. Exorbitant privilege: the rise and fall of the dollar and the future of the international monetary system. New York: Oxford University Press, 2011.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1787-1788 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:14:05
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
EICHENGREEN, B. J. A globalização do capital: uma história do sistema monetário internacional. São Paulo: Editora 34 Ltda., 2000.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1786-1787 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:13:58
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em resumo, a estratégia da política externa dos Estados Unidos, no contexto das primeiras décadas da Guerra Fria, reforçou a posição do dólar como moeda internacional por meio das mais variadas políticas de reconstrução econômica e de reorganização do sistema internacional. Para usufruir deste contexto e viabilizar seus milagres nacionais, os países ?convidados? colaboraram com isto; do contrário, assumiram restrições ao seu desenvolvimento.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1757-1760 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:12:33
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Deste modo, as reservas bancárias e cambiais (em dólares) dos Bancos Centrais tornaram-se indispensáveis instrumentos para a estabilidade do sistema de taxas de câmbio fixas. Por esta razão, alguns autores definiram o sistema de Bretton Woods como um padrão monetário de reservas (em dólares).40
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1740-1742 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:11:10
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em linhas gerais, ao mesmo tempo em que patrocinavam a recuperação econômica das áreas estratégicas à contenção da URSS, os Estados Unidos reforçaram a primazia do dólar, pois: i) financiaram diretamente as economias de seus aliados, com aportes em dólares (Plano Marshall, em 1949); ii) expandiram significativamente seus gastos (em dólares) militares no exterior (Guerra da Coréia, por exemplo); iii) abriram seus mercados unilateralmente às exportações de parceiros estratégicos, o que garantia receitas em dólares a estes a países; iv) permitiram a manutenção de taxas de câmbio desvalorizadas tendo o dólar como referência; e v) estimularam o investimento direto estrangeiro de suas empresas multinacionais, o que ocorreria naturalmente em dólar, dada a origem dessas empresas. Ademais, toleraram a utilização de controles unilaterais sobre os movimentos de capitais internacionais (fosse em qualquer moeda), permitiram a inconversibilidade das outras moedas, não reagiram às políticas de proteção tarifária e enviaram missões de ajuda técnica.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1729-1737 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:10:39
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
os Estados Unidos teriam de criar as condições externas favoráveis (liquidez internacional em dólares) aos aliados e derrotados na Segunda Guerra Mundial.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1728-1729 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:10:03
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
5 A GUERRA FRIA E A PRIMAZIA DO DÓLAR
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1714-1714 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:09:05
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Como resultado, consolidou-se um sistema monetário-financeiro internacional organizado com base em instituições financeiras multilaterais, como o FMI e o Banco Mundial (BM), e em uma moeda nacional específica, o dólar. Em resumo, sobretudo por meio do mecanismo do lend-lease, do controle direto sobre do o antigo e o novo centro de gravidade da produção mundial de petróleo e pelos Acordos Internacionais assinados no pós-guerra, os Estados Unidos lograram definir sua moeda como a de referência internacional. A Inglaterra, embora tenha buscado construir arranjos internacionais alternativos, não apresentou a mesma capacidade de resistência observada ao longo dos anos de 1920. Contra sua vontade, passou a operar dentro do território monetário dólar, assim como grande parte dos demais países do sistema internacional.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1708-1713 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:08:55
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Na proposta dos Estados Unidos, liderada por Harry Dexter White, o dólar seria a moeda de conta internacional, com conversibilidade plena em ouro. As demais moedas deveriam procurar manter sua conversibilidade na moeda norte-americana, porém com taxas de câmbio sujeitas a correções quando necessárias. Havia a preocupação com a retomada dos fluxos internacionais de comércio e com a estabilização das paridades cambiais. Pretendia-se, contudo, algo distinto tanto ao câmbio fixo do padrão-ouro, típico dos anos de 1920, quanto das desvalorizações competitivas, próprias da década de 1930. Para contornar este dilema, foi sugerido a criação de um fundo de estabilização com o propósito principal de auxiliar com aporte de recursos em moeda internacional (dólar sobretudo) às economias nacionais com problemas em suas contas externas e na estabilização de seus mercados de câmbio. O referido fundo também auxiliaria na avaliação da necessidade, de fato, de ajustes na taxa de câmbio de um determinado país. Pretendia-se assim acabar com as desvalorizações competitivas oportunistas, ao mesmo tempo em que se preservava a possibilidade de alterações cambiais administradas. Assim, a proposta de White resguardava o controle da liquidez internacional aos Estados Unidos.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1676-1685 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:07:24
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Por sua vez, nas negociações prévias à Conferência de Bretton Woods (22 de julho de 1944), havia duas propostas em debate, uma norte-americana e outra inglesa, com diferenças em relação a como se deveria reconstruir o sistema monetário-financeiro internacional. Na proposta inglesa, elaborada sob a liderança do economista John Maynard Keynes, era sugerido que não deveria haver uma moeda nacional que se impusesse sobre os demais países como padrão internacional, como a libra o fizera antes da Primeira Guerra Mundial. Dever-se-ia criar, no entanto, uma moeda de conta internacional (bancor), sob controle de um órgão multilateral (International Clearing Union), cujo valor estaria assentado numa cesta de moedas nacionais. Ela funcionaria para registros e compensações entre os Bancos Centrais dos países signatários dos Acordos. Explicitamente, procurava-se lidar tanto com os problemas relativos à gestão da liquidez internacional, quanto com os processos recessivos de ajuste dos balanços de pagamentos dos países deficitários.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1664-1671 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:06:32
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Portanto, durante a Segunda Guerra Mundial, por meio do lend-lease, as principais potências aliadas e mais um conjunto de trinta e cinco países, passaram a ter dívidas denominadas em dólares. Ao término do conflito, permaneceram as dívidas e com elas a necessidade de se auferir o instrumento de sua liquidação. Este poderia vir por meio de novas modalidades de endividamento (em dólares) ou por meio de exportações (em dólares). O fato é que a posição dos Estados Unidos no contexto da guerra permitiu a ele determinar a moeda de denominação de seus créditos decorrentes de suas exportações aos países aliados.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1623-1627 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:02:58
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Aprovado em 11 de março de 1941, o total de empréstimos concedidos por meio do lend-lease alcançou o valor de US$ 50 bilhões,
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1616-1617 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:01:45
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Já em 1941, o sistema cash-and-carry acabou por se tornar um entrave à capacidade de resistência e defesa dos aliados. Churchill reivindicou uma reformulação das regras e advertiu os Estados Unidos sobre o perigo da situação. Das negociações que se seguiram, a solução encontrada foi a implementação dos instrumentos de lend-lease. Muito embora desconfiassem dos argumentos ingleses, em razão do seu ainda expressivo Império Colonial, os Estados Unidos passaram a aceitar o endividamento em dólares dos aliados, mesmo antes da sua entrada na guerra. Acabou por prevalecer entre as autoridades norte-americanas a ideia de que a própria segurança dos Estados Unidos dependia da vitória inglesa na Europa.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1611-1616 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:01:39
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Como resultado, para ingleses e franceses, houve um crescimento de suas necessidades em dólares para, assim, garantirem o abastecimento dos suprimentos necessários à guerra, destaque para armas, munições e petróleo. Por conseguinte, ocorreu um esgotamento das reservas dos seus bancos centrais.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1609-1611 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:01:14
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
No entanto, foi ao longo do conflito mundial que os Estados Unidos conseguiram definir sua moeda como a de referência internacional. Com base na perspectiva teórica de releitura ampliada para o âmbito das relações internacionais da teoria cartal da moeda, como definida anteriormente, identificam-se três movimentos estratégicos norte-americanos para ascensão do dólar ao topo da hierarquia do sistema internacional: primeiro, o mecanismo de Lend-Lease para financiamento das necessidades de importação dos países aliados; segundo, a dominação e controle norte-americanos do antigo (Estados Unidos) e do futuro (Arábia Saudita) ?centro de gravidade? da produção mundial de petróleo; e, terceiro, os acordos internacionais de reconstrução e reorganização política e econômica do sistema internacional.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1592-1597 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 08:00:14
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Do ponto de vista econômico, a crise de 1929 e os ataques especulativos depois de 1931 acabaram com o que ainda restava do padrão-ouro e da ordem econômica liberal.32 Ao longo dos anos de 1930, além de um forte intervencionismo estatal e da difusão de políticas protecionistas, o que se assistiu foi a suspensão generalizada da conversibilidade em ouro: Áustria, Hungria, Checoslováquia, Romênia, Polônia, Alemanha, Inglaterra e o Japão, em 1931; os Estados Unidos, em 1933; e a França em 1936. Estabeleceu-se uma guerra cambial de desvalorizações sucessivas entre as principais moedas do sistema.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1587-1592 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 07:59:33
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
4 A CONSOLIDAÇÃO DO DÓLAR E A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1569-1570 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 07:58:06
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Em suma, durante a década de 1920, presenciou-se um crescimento expressivo da utilização do dólar como referência para importantes operações internacionais, uma espécie de ?entre atos? de duas realidades distintas: a anterior à Primeira Guerra Mundial, quando a libra esterlina detivera a primazia do sistema, e a posterior à Segunda Guerra Mundial, quando esta coube ao dólar. Destacam-se nesse ?entre atos? as disputas em torno do processo de endividamento alemão e a centralidade dos movimentos diplomáticos e das estratégias de política externa.
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1566-1569 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 07:57:51
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes
Como resultado, a Alemanha se tornou o principal destino dos investimentos dos Estados Unidos no exterior ao longo da segunda metade da década de 1920, inserindo-a cada vez mais no território monetário do dólar
rtm_v1_n1 2015 converted - Ipea - Seu destaque ou posição 1534-1536 | Adicionado: terça-feira, 5 de maio de 2015 07:55:32
Permalink Share Paper Clasic Modern +Kuotes

's Books


How to Win Friends and Influence People How To Win Friends;Influence People 193 Kuotes SEO, Blogging etc: Sunday, Dec. 30 Instapaper 51 Kuotes Steve Jobs Walter Isaacson 220 Kuotes Bolano_2666 42 Kuotes SEOMOZ2 Ismeretlen 331 Kuotes Unknown author - key-components-lpo-strategypdf es6.mike@gmail.com 32 Kuotes AMARTYA SEN DESARROLLO Y LIBERTAD KV 116 Kuotes La Gaviota Anton Chejov 42 Kuotes dissertacaoMiniConto Ronaldo da Cruz 47 Kuotes The Signal and the Noise: The Art and Science of Prediction Silver, Nate 397 Kuotes The-Best-of-Charlie-Munger-1994-2011 es6.mike@gmail.com 292 Kuotes The Rough Guide to Nepal Rough Guide to... 92 Kuotes Pedagogía de la autonomía Freire, Paulo 44 Kuotes ETNOFAGIA ESTATAL WORD 48 Kuotes The 33 Strategies Of War Greene, Robert 342 Kuotes Instapaper: Saturday, Apr. 27 Instapaper 31 Kuotes La tabla rasa Pinker, Steven 57 Kuotes ThePomodoroTechnique_v1-3 es6.mike@gmail.com 103 Kuotes Reengineering The Sales Process es6.mike@gmail.com 115 Kuotes Oszlak y Orellana - SADCI Oscar Oslak 36 Kuotes Marcel Proust - En Busca del Tiempo Perdido 7 - v1.0 Administrador 38 Kuotes Cincuenta sombras de Grey E. L.James 88 Kuotes Educación y trabajo: lecciones desde la práctica innovadora en América Latina; Colección Innovemos; Vol.:1; 2008 Graciela Messina, Enrique Pieck, Elsa Castañeda Bernal and UNESCO Office Santiago and Regional Bureau for Education in Latin America and the Caribbean 96 Kuotes Las tres hijas de su madre Pierre Louÿs 128 Kuotes Naked Statistics: Stripping the Dread from the Data Wheelan, Charles 84 Kuotes Orteg- ¦ón, Pacheco y Prieto - Marco l- ¦ógico Usuario 36 Kuotes Microsoft Word - Ley Marco Promulgada.doc Administrador 50 Kuotes Arellano 46 Kuotes ttmik Ignacio 31 Kuotes Stop A La Ansiedad Ricardo Ros 35 Kuotes Nineteen Eighty-four Orwell, George, 1903-1950 998 Kuotes Analisis externo juancito pinto 44 Kuotes A Organização Mundial do Comércio Paulo Estivallet de Mesquita 151 Kuotes El último argumento de los reyes Joe Abercrombie 73 Kuotes Los detectives salvajes Roberto Bolaño 44 Kuotes 67178025-Halajtayata-Racismo-y-Etnicidad-en-Bolivia Garza Azul 174 Kuotes Darcy Ribeiro_O Povo Brasileiro Tiago Mali 196 Kuotes Clase 3 26 de marzo 76 Kuotes Ante el dolor de los demás Sontag, Susan 85 Kuotes Platform: Get Noticed in a Noisy World Michael Hyatt 57 Kuotes whit001 Ismeretlen 74 Kuotes KindleSEO1 summa 132 Kuotes El Libro Negro De Las Marcas Klaus Werner;Hans Weiss 276 Kuotes Relationships-between-number-and-space-processing-in-adults-with-and-without-dyscalculia_[pub_year]_Acta-Psychologica Mikael Skagenholt 43 Kuotes Changing Signs of Truth: A Christian Introduction to the Semiotics of Communication Crystal L. Downing 142 Kuotes Copia de PDM PUNATA primera parte LINUX 62 Kuotes Instapaper: Tuesday, Dec. 25 Instapaper 86 Kuotes Thinking with Flying Logic es6.mike@gmail.com 178 Kuotes Heater - A brief history of citizenship 3 42 Kuotes Fronteras de la economía del desarrollo Stíglitz editor World Bank Group 50 Kuotes